logomarca Suncover

ROUPAS E ACESSÓRIOS COM
PROTEÇÃO UV

SEJA UM REVENDEDOR
Dr. Marcus Maia concede entrevista para a Rede Globo e explica os efeitos cumulativos do sol.
04.12.2013     por: Carlos Suncover

Doutor Marcus Maia, Dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, foi entrevistado pela Rede Globo e explicou sobre como os efeitos da exposição ao sol são cumulativos na pele. "Ao longo da vida, as exposições repetidas ao sol exercem efeito sobre a pele de forma cumulativa, provocando danos ao DNA celular, alterações no colágeno e elastina, e distúrbios na pigmentação. Este dano irá se manifestar no decorrer dos anos podendo causar envelhecimento precoce da pele e até mesmo o câncer de pele".

imagem

Alguns estudos mostram que 25 a 50% da exposição solar que uma pessoa recebe durante a sua vida é obtida antes dos 18-21 anos de idade. Enquanto somos jovens, a pele possui mecanismos que corrigem o dano solar, não permitindo o surgimento das alterações causadas pelo sol. No entanto, o efeito se acumula e mais tarde os mecanismos de defesa não conseguem mais reverter o mal causado à pele.

Além de causar o envelhecimento cutâneo, as queimaduras solares repetidas e frequentes deixam a pele mais predisposta ao surgimento do câncer, especialmente em indivíduos de pele clara. A radiação ultravioleta do sol, além de alterar o código genético das células, inibe mecanismos de defesa que nos protegem contra o câncer de pele. A principal forma de prevenir o envelhecimento da pele é a proteção solar, que deve ser iniciada na infância. A educação desde cedo cria o hábito saudável da proteção solar, que deve continuar por toda a vida.
A proteção solar para crianças compreende a adoção de várias medidas, entre as quais roupas adequadas e o uso de filtros solares. Os cientistas descobriram que a incidência do cancêr de pele poderia ser reduzida em 78% com o uso de filtros solares com fator de proteção solar de número 15 ou maior durante os primeiros 18 anos de vida. Outro ponto abordado pelo Dr. Marcus Maia foi que atualmente os pediatras podem prever qual o risco de desenvolver câncer de pele que uma criança recém-nascida possui e com isso promover habitos saudáveis para que a doença seja evitada. Isso é possivel ao detectar qual o fototipo da pele.

Você sabe o que é FOTOTIPO?

Quanto menor o fototipo cutâneo, maiores devem ser os cuidados com o sol. Essa maior ou menor sensibilidade varia em relação a quantidades de melanina, o pigmento que dá cor à pele.

Para efeitos de classificação, foram determinados 6 fototipos cutâneos:

FOTOTIPO 1

É o fototipo cutâneo das pessoas com pele muito clara. As pessoas com cabelo loiro ou ruivo, com olhos azuis ou verdes ou com sardas têm geralmente este fototipo de pele. Este tipo cutâneo não bronzeia e queima muito facilmente. quem pertence a este fototipo nunca deve usar um protetor solar com fator de proteção solar inferior a 50.

FOTOTIPO 2

É o fototipo cutâneo das pessoas com pele clara. As pessoas com cabelo loiro ou castanho claro e as que ficam com sardas depois de tomar um pouco de sol têm geralmente este fototipo de pele. Este tipo cutâneo raramente bronzeia e queima muito facilmente. Quem pertence a este fototipo deve usar um protetor solar com um nível de proteção entre  30 e 50.

FOTOTIPO 3

É o fototipo cutâneo das pessoas com pele clara a média. As pessoas com cabelo loiro escuro ou castanho têm geralmente este fototipo de pele. Este tipo cutâneo bronzeia progressivamente mas, se não se proteger convenientemente, pode queimar.
Quem pertence a este fototipo nunca deve usar um protetor solar com fator de proteção solar inferior a 20.

FOTOTIPO 4

É o fototipo cutâneo das pessoas com pele média. As pessoas com cabelo castanho têm geralmente este fototipo de pele. Este tipo cutâneo bronzeia e queima pouco. Ainda assim, quem pertence a este fototipo nunca deve usar um protetor solar com fator de proteção solar inferior a 15.

FOTOTIPO 5

É o fototipo cutâneo das pessoas com pele média a escura. As pessoas com cabelo castanho ou preto têm geralmente este fototipo de pele. Este tipo cutâneo bronzeia muito e raramente queima. quem pertence a este fototipo nunca deve usar um protetor solar com fator de proteção solar inferior a 15.

FOTOTIPO 6

É o fototipo cutâneo das pessoas com pele escura ou muito escura. As pessoas com cabelo preto têm geralmente este fototipo de pele. Este tipo cutâneo raramente queima. Quem pertence a este fototipo deve usar um protetor solar com um nível de proteção inferior a 15.

Veja a reportagem completa sobre os efeitos do sol:
http://g1.globo.com/jornal-hoje/videos/t/edicoes/v/brasil-tem-mais-e-130-mil-novos-casos-de-cancer-de-pele-todos-os-anos/2957900/

COMENTÁRIOS

NEWSLETTER


Cadastre seu email e receba novidades da Suncover
OK

CENTRAL DE ATENDIMENTO
0800 659 595
Marknet®     Soluções Web